Carrinho 0
Adicionado ao carrinho
    Você tem itens no seu carrinho
    Você tem 1 item em seu carrinho
    Total
    Fechar pedido Continue Comprando

    Blog — treinamento

    Menu de blog

    A importância de um treinamento positivo para seu cachorro

    A importância de um treinamento positivo para seu cachorro

    Treinar um cão não é somente ensinar ele a obedecer ou ter habilidades, mas sim ter ainda uma melhor convivência e remover alguns vícios indesejados.

    Muitas pessoas pensam que treinar seu cão não seja uma necessidade, e mesmo que ele possa ter alguns maus hábitos que sejam tolerantes. Mas estes exercícios trazem diversos benefícios para ele e para o tutor.

    O treinamento positivo, para quem não conhece, consiste em induzir o comportamento desejado e premiar com petiscos ou carinho quando o cão faz algo certo. Este é o método mais indicado para filhotes ou cães jovens, pois estimula seu interesse, raciocínio e foco. Conforme explica a veterinária, criadora e treinadora Kathleen Schwab Salles.

    treinamento positivo

    Foto: Google Imagens

    Mesmo sendo cães mais velhos este método pode ser aplicado para ensinar.

    Ainda assim há o pensamento.... Porque fazer esses treinamentos se o cão aparentemente não tem problema?

    Mesmo pensando que seu cão é tranquilo, ou se ele tem alguns pequenos maus hábitos, se você não conhece a genética dele, ou seja, o comportamento de seus pais ou irmãos mais velhos, você não saberá qual será o ponto limite dele, quando ele poderá se estressar, ou sofrer com determinada situação.

    Foto: Google Imagens

    O treinamento positivo, além de melhorar o cão em hábitos como passeios, xixi no lugar certo e não destruir algumas coisas dentro de casa, ele é muito mais do que isso, ele aproxima ainda mais o tutor ao animal, criando uma conexão ainda mais forte, não só do amor, mas de confiança e respeito.

    Os exercícios deixam o cão ainda mais desperto, fazendo com que ele tenha a necessidade de treinar, pois estimula ainda mais o cérebro que o seu físico, ele se torna um cão ainda mais feliz, sente-se ainda mais importante na família. Estará alegre fazendo os comandos e pedindo para vocês “trabalharem” juntos, mesmo que se for fazendo truques.

    Foto: Google Imagens

    Além de tudo, torna o cão ainda mais sociável com outros cães e com pessoas, esta questão quando se torna um problema é tristemente uma das maiores causas de abandonos de animais no mundo inteiro, pois o tutor engana-se quando acha que o cachorro não tem solução.

    Há cães muito mais “difíceis” de se lidar, com temperamentos agressivos, ansiosos ou inseguros, treinadores dizem que os 6 primeiros meses são ao mais importantes para a formação de seus comportamentos. É nesta fase que o cachorro guarda todas as lembranças boas e ruim para sua vida, por isso muitos que sofreram males ou possuem certos vícios que não foram corrigidos nesta fase, tornam-se animais predispostos a ter problemas de comportamento.

    Foto: Google Imagens

    Há raças que são mais rápidas nos aprendizados que outras, nosso Dobermann era muito rápido em aprender, já o nosso Pinscher requer um pouco mais de práticas, mesmo assim depende muito da personalidade. Para quem diz que um vira-lata não é inteligente, está redondamente enganado, eles aprendem muito rápido, são muito espertos.

    O ponto mais importante, é a seleção de um bom treinador, procure o mais recomendado na sua região, pesquise sobre ele e sua reputação, porém antes disso tudo, parte do sucesso no treinamento é a disciplina do tutor, a dedicação e a ação correta dos exercícios. Mas lembre-se que seu melhor amigo será eternamente grato, ele estará cada dia mais feliz e conectado à você.